POÇOS TUBULARES

ESTUDOS HIDROGEOLÓGIOCOS / PROJETOS DE POÇOS

Estudos Hidrogeológicos / Projetos de Poços

A Hidrosonda possui corpo técnico próprio, geólogo, para elaboração dos Estudos Hidrogeologicos, utilizando base de dados próprios e SIAGAS, para determinar o melhor Projeto de Poço para cada localidade especifica, atendendo as Normas da ABNT NBR 12212 – Projetos de Poços para Captação Subterrânea. A Hidrosonda investe em aprimoramento de estudos, pesquisas e novas tecnologias com objetivo de conhecer melhor o subsolo, sendo a empresa que com grande experiência e com grande acervo de informações em nossa base de dados.

SISTEMA DE POÇOS

Sistemas Sedimentares

Nesse sistema os poços são perfurados com perfuratrizes rotativas ou rotopneumáticas, com circuito de lama fechado, sendo completamente revestidos. A perfuração é realizada com broca tricônica, com devido controle do fluido de perfuração (lama), a base de polimeros ou bentonita, obtendo melhor rendimento de perfuração. São coletadas amostras a cada 2 metros perfurados e colocadas em caixa condicionada sequenciada para analise do geólogo. Após a realização do furo guia, na profundidade projetada, faz-se necessária a realização da perfilagem geofísica para uma analise mais criteriosa da litologia, identificando as melhores zonas produtoras de água do poço, para então realizar o completação do poço.

Sistemas Cristalinos

Nesse sistema os poços perfurados no cristalino com objetivo de captar água somente da rocha cristalina ou rocha sã. Consiste em perfurar ate encontrar a rocha sã, com a instalação do tubo de revestimento ate a cravar na rocha e cimentar o espaço anular da rocha ate a superfície. Na sequencia podem ser utilizados equipamentos rotopneumaticos ou percussivos até perfurar o cristalino encontrando as fraturas, fissuras da formação para obter o volume de água projetado. E depois realizar o teste de vazão.

Sistemas Mistos

Nesse sistema os poços possuem captações tanto nas rochas sedimentares quanto em rochas cristalinas. Havendo revestimento com tubos e filtros na zona sedimentar, cravando na rocha sã. E em seguida faz-se a perfuração na rocha cristaliana, encontrando fraturas e fissuras.